Ginástica Rítmica

A ginástica rítmica é um esporte em que as ginastas devem executar uma série que combina elementos corporais e de dança com o uso de um dos cinco aparelhos: arco, bola, corda, fitas e maças. Nos Jogos Olímpicos, a competição é disputada apenas por mulheres, nas categorias individual e em conjuntos. Na disputa individual, as ginastas apresentam quatro séries, uma com cada aparelho estabelecido para a competição; na disputa em conjuntos, cinco ginastas apresentam uma série com um aparelho e uma série com a combinação três mais dois. Uma banca de arbitragem estabelece a pontuação das atletas com base na dificuldade da série, na sua execução e no seu conteúdo artístico. A nota de dificuldade depende dos elementos que compõem a série; a nota de execução depende da forma como o ginasta efetivamente realiza os movimentos e a manipulação dos aparelhos, com base na beleza artística, na música e na sincronia das ginastas.
Para cada um dos aparelhos de apresentação, são estabelecidos grupos corporais obrigatórios que devem compor a série (como saltos, rotaçõese equilíbrios) e tipos específicos de manipulação do aparelho (como lançamentos e recuperações, balanceios e movimentos em oito). Durante a apresentação dos exercícios, as ginastas devem buscar utilizar todo o tablado e usar os aparelhos como se fossem uma extensão do próprio corpo. Caso a ginasta saia da área de apresentação durante a série ou lance o aparelho para fora da área delimitada, ela recebe dedução em sua pontuação.
A ginástica rítmica integra a competição olímpica na categoria individual desde Los Angeles 1984 e, em conjuntos, desde Atlanta 1996.

Aparelhos Arco Bola Combinação Conjunto Corda Dedução Dificuldade Equilíbrios Execução Falha Fita Flexibilidade e Onda Individual Júri Lançamento e Recuperação Maças Manejo do Aparelho Pontuação Rotações Saltos Série

VOCÊ SABIA? VOCÊ SABIA?

A serpentina, movimento de manejo da fita em que o aparelho adquire um formato ondular, é chamado de snake em inglês, ou seja, “cobra” em uma tradução literal.

Por receber grande influência do Ballet Blanc, forma de balé desenvolvida na França, diversos movimentos da ginástica rítmica recebem nomes em francês, como fouettépivot in passé e grand battement.